XX Semana Brasileira do Aparelho Digestivo

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Tuberculose do trato gastrointestinal alto

Apresentação do Caso

Paciente feminina, 55 anos, com síndrome consumptiva há 6 meses, queixa dor abdominal difusa e inespecífica, náuseas e inapetência. Apresentou ainda episódio de crise convulsiva generalizada. Passado de neoplasia de mama operada há 7 anos e atualmente em tratamento clínico. Os exames evidenciava pancitopenia e anti-HIV positivo. TC de crânio descartou implantes metastáticos, abcessos e/ou eventos agudos isquêmicos ou hemorrágicos. TC de tórax evidenciando derrame pleural bilateral e bronquiolite de etiologia inflamatória/infecciosa, sugerindo agentes atípicos. Endoscopia digestiva alta, exibindo monilíase esofágica e pseudodivertículo em esôfago médio, mucosa gástrica atrófica e duodenite erosiva. Realizadas biópsias de todos os segmentos, que evidenciou a presença de BAAR positivo no duodeno, consistente com hipótese de micobacteriose. Foi iniciado rifampicina, isoniazida, pirazinamida e etambutol.

Discussão

A TB extrapulmonar é responsável por cerca de 12% de todos os casos de TB, dos quais a TB do trato gastrointestinal (TGI) responde por 11% a 16% dos casos, representando 1% a 3% de todos os casos de TB. E 6% a 38% dos pacientes com TB intra-abdominal também podem ter TB pulmonar concomitante. A região ileocecal é o local mais comumente afetado; no entanto, pode envolver qualquer parte do TGI. O envolvimento esofágico ocorre raramente e decorreria da disseminação de tecidos adjacentes. Geralmente envolve o terço médio, manifestando-se com disfagia e odinofagia. Devido à cápsula protetora de ácido graxo da micobactéria, as lesões proximais do TGI eram consideradas raras. Fatores adicionais como um ambiente altamente ácido, tempo de trânsito rápido e uma ausência relativa de tecido linfóide ajudam a prevenir o acometimento do estômago e do duodeno. No entanto, eles foram relatados no estômago e duodeno. A TB nesta localização anatômica pode causar obstrução da saída gástrica e icterícia obstrutiva. É relatado que ocorre de forma secundária à TB pulmonar. Inicialmente, acreditava-se que sua frequência estivesse relacionada à gravidade do envolvimento pulmonar; no entanto, casos independentes também são relatados.

Comentários finais

Não obstante a TB possa envolver qualquer parte do TGI o acometimento do trato digestivo alto é mais raro. Relatamos o caso de uma paciente com TB acometendo o duodeno e possivelmente o esôfago. A imunodeficiência e a atrofia gástrica podem ser fatores favorecedores destas manifestações incomuns.

Palavras-Chave

Tuberculose, Tuberculose intestinal, imunodeficiência, Tuberculose esofágica

Área

Gastroenterologia - Estômago/Duodeno

Autores

Fanny Gonçalves Morais Leite, Karinne Soares Isaac, Thalita Costa Margarida, Isabelle Pina Araújo, Nathália Carvalho Fernandes, Maira Costa Cabral, José Cristiano Ferreira Resplande, Daniela Medeiros Milhomem Cardoso, Américo Oliveira Silvério