XX Semana Brasileira do Aparelho Digestivo

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Pólipo Cloacogênico: Uma rara causa de sangramento retal

Apresentação do Caso

Paciente do sexo feminino, 44 anos, admitida em ambulatório devido suspeita de retocolite ulcerativa na forma de proctite, manifestado principalmente através de sangramento retal. Já em uso de Azatioprina, porém mantendo sangramento, com necessidade de reposição de ferro parenteral. Solicitada colonoscopia que identificou em região de reto múltiplas lesões nodulares, algumas polipoides, de superfície verrucosa, pouco friáveis, com mucosa de permeio de aspecto habitual. Realizado propedêutica infecciosa, sendo descartada tuberculose e infecções sexualmente transmissíveis. A ressonância magnética, identificou trecho de espessamento parietal circunferencial do reto atingindo até a borda anal relacionado a componente edematoso submucoso. Em biópsia realizada, presença de glândulas de aspecto tubuloviloso, notando-se tecido de granulação ulcerado, córion com denso infiltrado inflamatório granumononuclear e proliferação de feixes de músculo liso, sugestivo de pólipo cloacogênico. Desde então foi suspenso o imunossupressor e paciente foi encaminhada para equipe cirúrgica.

Discussão

O pólipo cloacogênico teve sua primeira descrição em 1981. É uma lesão polipoide rara, que geralmente se localiza na junção anorretal, sendo mais frequente em mulheres adultas. A maioria dos casos são benignos e se manifestam com sangramento retal. Sua fisiopatologia ainda não é muito clara, porém acredita-se que sua origem vem de uma mucosa danificada por outras patologias, como diverticulose, doença de Crohn, doença hemorroidária e tumores colorretais.

Comentários finais

Apesar de raro, o pólipo cloacogênico deve ser sempre pensando em casos de lesões polipoides anorretais, principalmente em pacientes com sangramento e sem lesões em outro sítio. O seu diagnóstico é baseado principalmente no achado histológico e o tratamento é a ressecção cirúrgica. O caso descrito exemplifica uma paciente cujo diagnóstico foi retardado devido ao provável desconhecimento dessa entidade, o que muitas vezes prejudica o tratamento e consequente melhora clínica.

Palavras-Chave

Pólipos intestinais, Colite ulcerativa, Hemorragia gastrointestinal

Área

Gastroenterologia - Miscelânea

Autores

Gustavo Amaral Silva, Carolina de Souza Antoniêto, Nathália Marçal Tostes, Lais Rodrigues Maffia, Maria de Lourdes Abreu Ferrari