XX Semana Brasileira do Aparelho Digestivo

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

DOENÇA DE CROHN E ARTERITE DE TAKAYASU UMA ASSOCIAÇÃO RARA: RELATO DE CASO

Apresentação do Caso

PACIENTE DO SEXO FEMININO, 42 ANOS, COM DIAGNÓSTICO PRÉVIO DE DOENÇA DE CROHN EM OUTRO SERVIÇO, JÁ EM USO DE AZATIOPRINA. FOI INTERNADA EM MAIO 2021 COM QUADRO DE COLITE AGUDA GRAVE (MAIS DE DEZ EVACUAÇÕES DIARREICAS COM SANGUE POR DIA, FEBRE, VHS>30 E TAQUICARDIA). INICIADA CORTICOTERAPIA VENOSA COM BOA RESPOSTA CLÍNICA. DEVIDO A QUADRO DE MIELOTOXICIDADE, FOI SUSPENSA AZATIOPRINA.
COLONOSCOPIA REALIZADA EM ABRIL DE 2021 EVIDENCIOU EROSÕES AFTOIDES, ÚLCERAS GRANDES E PROFUNDAS DE ASPECTO SALTEADO, COM BIOPSIA EVIDENCIANDO COLITE ATIVA ULCERADA EM ATIVIDADE INTENSA, CRIPTITE E DISTORÇÃO ARQUITETURAL EM ILEO. REALIZAMOS ENTERO-TOMOGRAFIA QUE EVIDENCIOU OCLUSÃO DE 90% DAS ARTÉRIAS MESENTÉRICAS SUPERIORES E 100% DAS INFERIORES.
FOI EVIDENCIADO PULSO RADIAL ESQUERDO FILIFORME, DISCREPÂNCIA DE PRESSAO ARTERIAL NOS MEMBROS SUPERIORES E SOPRO ABDOMINAL.
REALIZOU ANGIOTOMOGRAFIA CERVICAL, TORÁCICA E ABDOMINAL QUE MOSTROU ACHADOS CARACTERÍSTICOS DE ARTERITE DE TAKAYASU: ESPESSAMENTO PARIETAL DIFUSO DA ARTÉRIA SUBCLÁVIA ESQUERDA COM REDUÇÃO DE CERCA DE 30% DA LUZ DO VASO. AORTA ABDOMINAL COM ESPESSAMENTO PARIETAL DIFUSO, COM MÚLTIPLAS ÁREAS DE ESTENOSE SEQUENCIAIS ENTREMEADAS POR ÁREAS DE ECTASIA FOCAL ATÉ O PLANO DA SUA BIFURCAÇÃO. ESPESSAMENTO PARIETAL DIFUSO DA ARTÉRIA MESENTÉRICA SUPERIOR COM REDUÇÃO DE MAIS DE 90% DA LUZ DO VASO. ARTÉRIA MESENTÉRICA INFERIOR OCLUÍDA, ALEM DE OBSERVA-SE ÁREA DE ESPESSAMENTO PARIETAL LEVE, COM MAIOR REALCE MUCOSO NA FLEXURA ESPLÊNICA DO CÓLON E LEVE ESPESSAMENTO PARIETAL DO RETO.
PACIENTE FOI SUBMETIDA A TRATAMENTO COM PULSOTERAPIA COM METILPREDNISOLONA POR 3 DIAS PARA ARTERITE DE TAKAYASU E PROGRAMAÇÃO DE INÍCIO DE TERAPIA COM ADALIMUMABE QUE É UMA OPÇÃO TERAPEUTICA PARA CONTROLE DAS DUAS DOENÇAS.

Discussão

A arterite de Takayasu é uma vasculite sistêmica de etiologia incerta que afeta grandes artérias. A doença de Crohn é um distúrbio inflamatório que afeta predominantemente o trato gastrointestinal com manifestações extra-intestinais e distúrbios imunológicos associados. A ASSOCIAÇÃO DE ARTERITE DE TAKAYASU E DOENÇA DE CROHN É RARA, PORÉM AMBAS PRECISAM SER DIAGNOSTICADAS PRECOCEMENTE E PODEM TER TRATAMENTOS SEMELHANTES.

Comentários finais

A ASSOCIAÇÃO DESSAS DOENÇAS É RARA EXISTINDO APENAS, APROXIMADAMENTE, 40 CASOS DESCRITOS NA LITERATURA. AMBAS SÃO PATOLOGIAS IMUNOMEDIADAS E PODEM APRESENTAR GRANULONA/VASCULTE GRANULOMATOSA, O QUE CONTRIBUI PARA REFORÇAR A HIPÓTESE DE UMA ORIGEM IMUNOLÓGICA COMUM.

Palavras-Chave

ARTERITE DE TAKAYASU, DOENÇA DE CROHN

Área

Gastroenterologia - Intestino

Autores

PAMELA DE ALENCAR FORTALEZA SOUSA, MARCELO DANTAS FREIRE, VANESSA MARQUES DE SOUZA, JOÃO LUCAS DE OLIVEIRA SIMOES, VICTOR QUEIROZ GURGEL, MARIANA ROLIM FERNANDES MACEDO, FRANCISCO SERGIO RANGEL DE PAULA PESSOA, ANDREA ROCHA DE SABOIA MONTALVERN, NIKAELLE XIMENES RIOS, PRISCILLA LUNA DA SILVA, TICIANA MARIA DE LAVOR ROLIM, ANDREA BENEVIDES LEITE, SILVIA ROMERO PINHEIRO, RAFAELLE MARQUES CAVALCANTE, TARSON MAIA FURTADO DE AQUINO, AMANDA CRISTINA CRISPIM FARIAS