XX Semana Brasileira do Aparelho Digestivo

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Alterações gastrointestinais em paciente com Situs Inversus Totalis: relato de caso

Apresentação do Caso

A.C.L., 50 anos, feminina, com queixa de refluxo, epigastralgia e plenitude pós-prandial há 4 anos. Relato também de distensão abdominal e diarréia. Realizou colecistectomia aos 19 anos, a qual complicou 11 anos depois com estenose das vias biliares com correção cirúrgica. Em 2019, ressonância de abdome mostrou dilatação de vias biliares intra-hepáticas, no segmento II e III do fígado, e presença de Situs Inversus Totalis. Gama-GT de 282 U/L e fosfatase alcalina de 160 U/L.

Discussão

Situs Inversus Totalis(SIT) é a condição na qual todos os órgãos, tanto intratorácicos quanto intra-abdominais, encontram-se em posição espelhada. É uma condição rara, com incidência de 1/8.000 nascidos vivos e que pode ser acompanhada de outras malformações em diferentes sistemas orgânicos. No caso relatado, investiga-se a possibilidade das alterações anatômicas terem gerado as queixas gastrointestinais da paciente, especialmente a DRGE e as alterações nas vias biliares. Essa abordagem encontra respaldo em Chen W. et al (2020), que investigou 155 pacientes com SIT e elaborou uma lista de suas comorbidades, concluindo que, apesar do sistema mais acometido ser o cardiovascular, até 5,2% dos pacientes apresentavam malformações digestivas como atresia biliar e dilatação congênita de vias biliares. A dilatação congênita das vias biliares também é chamada de cisto de colédoco, podendo estar associada à malformação da junção biliopancreática. Em geral, o diagnóstico é feito ainda na infância e atualmente até mesmo intraútero. Quando feito na idade adulta os sintomas já são considerados tardios. É considerado fator de risco para colangiocarcinoma e por isso o diagnóstico precoce é fundamental para o bom acompanhamento do paciente.

Comentários finais

O relato elucida o SIT, uma herança genética autossômica recessiva bastante rara na qual os portadores se apresentam com os órgãos do tórax e abdôme em posição reversa em relação à topografia habitual. A maior parte dos portadores são assintomáticos, neste caso a condição foi descoberta de forma incidental pela equipe médica durante investigação de queixas gastrointestinais. Existem estudos que demonstram a correlação entre SIT e alterações no sistema digestivo, podendo o cisto de colédoco ser uma delas. Devido à baixa incidência dessa doença, demonstra-se assim, a importância dessa abordagem e investigação .

Palavras-Chave

Situs inversus totalis, vias biliares, alterações anatômicas

Área

Gastroenterologia - Pâncreas e Vias Biliares

Autores

Viviane Lozano Espasandin, Viviane Lozano Espasandin, Beatriz Mathias da Silva, Beatriz Mathias da Silva, Brenda dos Santos Ribeiro, Brenda dos Santos Ribeiro, Pedro Heydrich Takagi, Pedro Heydrich Takagi, Wantuil Junio Schuindt Machado, Wantuil Junio Schuindt Machado