XX Semana Brasileira do Aparelho Digestivo

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Dor abdominal e ascite de evolução subaguda em paciente jovem e previamente hígida

Apresentação do Caso

Mulher, 16 anos, previamente hígida, chega ao departamento de emergência com dor e aumento do volume abdominal, associados à náuseas e vômitos, com início 10 dias antes da admissão hospitalar. Tomografia computadorizada de abdome com contraste sem sinais de hepatopatia crônica, entretanto com descrição de trombo em território de veia hepática média e ascite. Realizada Endoscopia Digestiva Alta (EDA) para afastar alterações secundárias à hipertensão portal, sem achados patológicos. Procedida paracentese, com gradiente albumina soro-ascite (GASA) elevado, corroborando padrão de hipertensão porta do líquido ascítico. Considerando apresentação clínica de quadro de síndrome de Budd-Chiari optou-se anticoagulação. Nas investigações de trombofilias para esclarecimento da etiologia, encontrado mutação no gene da protrombina (heterozigose) . Radiologia intervencionista optou por tratamento conservador. Em seguimento ambulatorial, paciente se apresenta sem ascite e nega dor abdominal.

Discussão

Aurélie Plessier et al. (2008) descrevem a síndrome de Budd-Chiari como trombose das veias hepáticas, com ou sem envolvimento da veia cava inferior. O grau de oclusão, o tempo de evolução e a presença de circulação colateral predizem a evolução clínica, podendo incluir como manifestações clínicas desde de casos assintomáticos até quadros de insuficiência hepática aguda. Ageno W et. al (2017) descrevem incidência de 3,78 casos por 100.000 habitantes em homens e 1,73 casos por 100.000 habitantes em mulheres, sendo portanto uma patologia pouco comum. Darwish Murad S et al (2009) referem que as etiologias se apresentam desde doenças mieloproliferativas a desordens trombóticas. Este mesmo autor e seus colaboradores recomendam abordagens terapêuticas que incluem anticoagulação, e se necessário tratamentos para diminuir a congestão hepática como shunt porto-sistêmico intra-hepático (TIPS), stents hepáticos e em casos selecionados transplante hepático.

Comentários finais

Considerando o caso descrito, torna-se imperativo frente a pacientes jovens com quadro de ascite a investigação de doenças vasculares hepáticas assim como suas etiologias associadas, visando a abordagem precoce para evitar complicações catastróficas associadas à síndrome de Budd-Chiari.

Palavras-Chave

Área

Gastroenterologia - Fígado

Autores

Mariana Crespo Pires, Henrique Rolim Severo, Rafael da Veiga Chaves Picon, Suelen Aparecida Miozzo, Felipe Mazzoleni, Luciana Ferrugem Cardoso, Guilherme Becker Sander