XX Semana Brasileira do Aparelho Digestivo

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Uso de Pancreatina no tratamento do pâncreas ectópico sintomático

Apresentação do Caso

A ectopia pancreática é uma doença rara e, usualmente, assintomática, encontrada como achado de exame ou em ato operatório. Descreveremos o caso da paciente N.I.F.L, 63 anos, procedente de Taubaté/SP, com diagnóstico e tratamento adequado para DRGE desde 2013. Queixava-se de dor epigástrica moderada, plenitude pós-prandial e náuseas. Fazia uso crônico de IBP e pró-cinéticos. Ao exame físico apresentava apenas palpação dolorosa em hipocôndrio D e epigástrio. Trazia EDA que evidenciou formação subendotelial em antro gástrico de 2,5 cm, hérnia hiatal por deslizamento de pequenas proporções, sem alterações relevantes à biópsia. Solicitado Ecoendoscopia que demonstrou: lesão subepitelial em camada submucosa, de 10x19 mm, com características compatíveis de pâncreas ectópico. A paciente foi encaminhada para o ambulatório de cirurgia para avaliação de resseção da lesão, porém devido ao período de pandemia da SARS-COV2 e a possível demora na resolução do quadro, optamos pelo tratamento empírico com Pancreatina na dose de 10.000 U.USP, 2x ao dia nas refeições. Após 3 meses, a paciente retorna à consulta referindo melhora total dos sintomas de dor e plenitude gástrica.

Discussão

Pâncreas ectópico é definido como a presença de tecido pancreático em localização topográfica anômala, sem qualquer conexão anatômica, neural ou vascular com o pâncreas normal, que pode ser causada por erros embriológicos. Geralmente é assintomático, mas pode evoluir com sangramento, complicações como pancreatite e transformações malignas. Náuseas, dor no andar superior do abdômen, vômito e distensão abdominal podem estar presentes. A ecoendoscopia é o exame padrão ouro para avaliação de lesões submucosas do trato gastrointestinal. As opções de tratamento para o pâncreas ectópico gástrico incluem observação (quando pequenos e assintomáticos), ressecção cirúrgica ou endoscópica.

Comentários finais

O tratamento iniciado neste caso, apesar de não encontrarmos embasamento em literatura, foi proposto devido a intensa sintomatologia da paciente somado à dificuldade na resolução cirúrgica breve em momentos de pandemia do SARS-COV2. A excelente resposta apresentada pela nossa paciente, levanta a possibilidade de mais estudos, que possam comprovar o real benefício da Pancreatina nos casos de pâncreas ectópico sintomático.

Palavras-Chave

Ecoendoscopia, Pâncreas Ectópico, Pancreatina

Área

Gastroenterologia - Estômago/Duodeno

Autores

Luiz Guilherme Aguiar Amaral, Pedro Henrique Tolosa Pontes, Camila Oliveira Cardoso, Vivian Mota Guimarães