XX Semana Brasileira do Aparelho Digestivo

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Reversão de cirurgia bariátrica de Lazzarotto em pacientes com cirrose hepática e desnutrição grave

Apresentação do Caso

Relatamos o caso de 3 pacientes que evoluíram com desnutrição grave e cirrose hepática após cirurgia bariátrica bypass intestinal de Lazzarotto, confirmadas por biópsia hepática (fibrose grau 4). Dois casos são do gênero feminino e um do masculino, com idades de 44, 46 e 48 anos quando operados. O intervalo entre a cirurgia e o diagnóstico de cirrose foi 6, 14 e 7 anos e o tempo entre a cirurgia bariátrica e sua reversão foi de 6, 15 e 8 anos, respectivamente. Devido à desnutrição grave, os pacientes foram submetidos à sondagem nasojejunal pós pilórica para nutrição enteral, associado a nutrição parenteral total, para posterior reversão da cirurgia bariátrica. A reversão foi mediante enterectomia proximal à cirurgia prévia, sendo realizada nova enterectomia distalmente ao anel, entero-enteroanastomose látero-lateral e fechamento do orifício enteral, para restabelecimento do trânsito intestinal. Os 3 pacientes apresentaram melhora do quadro metabólico e de desnutrição.

Discussão

A cirurgia de Lazzarotto é uma técnica restritiva em que se realiza anastomose látero-lateral, formando 2 trajetos no trânsito intestinal. O primeiro com anastomose jejunoileal (trajeto mais curto) e o segundo, o restante do jejuno-íleo, fornecendo menor aporte de quimo para a alça jejunal (após a anastomose), tornando-se hipoabsortivo. A etiologia do dano hepático após a cirurgia bariátrica é multivariável. Uma esteatose preexistente pode progredir e contribuir para a cirrotização. Uma perda importante de peso e a desnutrição proteica desencadeia lipólise excessiva, que transfere grandes quantidades de ácidos graxos de cadeia longa do tecido adiposo visceral para metabolização hepática. Além disso, o supercrescimento bacteriano no segmento de intestino delgado excluso pode levar a lesão da mucosa e absorção de citocinas/endotoxinas inflamatórias, que podem causar lesões ao fígado. Alterações hormonais, infecciosas e inflamatórias sistêmicas podem também estar envolvidos. Com a reversão da cirurgia, há o restabelecimento do trânsito intestinal, com melhora do quadro de absorção de nutrientes, além de interromper os mecanismos responsáveis pelas agressões hepáticas

Comentários finais

A cirurgia bariátrica de Lazzaroto ocasiona alterações restritivas e metabólicas importantes, levando à cirrotização e aumento da morbimortalidade. A reversão cirúrgica emerge como principal opção terapêutica.

Palavras-Chave

Cirurgia de Lazzarotto; Cirurgia bariátrica; Desnutrição; Cirrose hepática.

Área

Gastroenterologia - Fígado

Autores

Wilian Jean Wiggers, Thomas Ernst De Oliveira Milchert, Daphne Benatti Morsoletto, Rodrigo Strobel, Claudia Alexandre Pontes Ivantes