XX Semana Brasileira do Aparelho Digestivo

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Aumento de enzimas hepáticas, pancreáticas e encefalopatia de Wernick secundários a hiperêmese gravídica: Relato de caso

Apresentação do Caso

Paciente, feminina, 20 anos, G2P1A0, admitida com 13 semanas de idade gestacional (IG) em nossa instituição, sendo acompanhada pela equipe de hepatologia e obstetrícia, em abril de 2021, com quadro de dor abdominal em hipocôndrio direito (HCD), náuseas, vômitos e perda de peso há 30 dias da admissão, sem melhora com antieméticos por via oral. Ao exame físico: desidratada (2+/4+), anictérica, dor abdominal importante em HCD e ausência de visceromegalias; exames laboratoriais (janeiro/2021) com evidência de aumento da lipase 6X o limite superior da normalidade (LSN), alanina aminotransferase (ALT) 26X e aspartato aminotransferase 20X, com função hepática preservada, sendo excluídas doenças autoimunes, hepatites virais, pancreatite e microcálculos em colédoco. Durante o internamento, fez uso de hidratação e glicose hipertônica, ambos intravenosos, para controle dos sintomas eméticos, tendo a paciente evoluindo com astenia, ataxia, nistagmo vertical e turvação visual. Solicitou-se interconsulta da neurologia e após exclusão de outros diagnósticos diferenciais, atribuiu-se o quadro neurológico a encefalopatia de Wernick (EW), sendo iniciado reposição de tiamina venosa. A gestante evoluiu com melhora clínica, tendo recebido alta para acompanhamento ambulatorial.

Discussão

A hiperêmese gravídica (HG) é caracterizada por náuseas e vômitos intratáveis durante o primeiro trimestre da gravidez, além de níveis aumentados de aminotransferases, especialmente ALT, em média de 1-3X do LSN, sendo raramente maior que 1000 U/l. A amilase e a lipase séricas estão elevadas em 10 a 15% dos pacientes e podem aumentar até 5X LSN. A patogênese da HG é desconhecida e provavelmente multifatorial e o diagnóstico é essencialmente clínico. O tratamento é composto por anti-eméticos e nutrição adequada, às vezes com hidratação venosa com aporte de glicose, como no caso da relatado, o que pode ter predisposto a EW. Os testes hepáticos e pancreáticos voltam ao normal após resolução dos vômitos.

Comentários finais

A HG pode cursar com alterações importantes das enzimas hepáticas e pancreáticas, sendo a IG o melhor guia para o diagnóstico diferencial de doenças hepáticas associadas a gestação. O caso relatado cursou com EW complicando HG, tendo elevações das aminotransferases. A gravidade dessas complicações destaca a necessidade do diagnóstico precoce para instituir terapêutica eficaz e evitar tais complicações.

Palavras-Chave

hiperêmese gravídica, fígado, encefalopatia de Wernick, pâncreas

Área

Gastroenterologia - Fígado

Autores

Cristiane Tiburtino de Oliveira Gomes, Gabriela de Lira Pessoa Mota , Ana Karla Lopes Rodrigues, Cinthia Cecilia Cabral Cordeiro da Silva