XX Semana Brasileira do Aparelho Digestivo

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Esporotricose disseminada: infecção oportunista em paciente com doença de Crohn no uso de anti-TNF-alfa

Apresentação do Caso

Homem, 73 anos, com doença de Crohn (DC) em remissão profunda usando adalimumabe (40mg subcutâneo 14/14d) relata febre diária e perda ponderal há 60 dias. Exames: pancitopenia e VHS elevada; TC de tórax - nódulos difusos inespecíficos; Genexpert do escarro- traços de Mycobacterium tuberculosis; Lavado broncoalveolar- BAAR, cultura e GeneXpert negativos; Biópsia medula óssea - alterações reacionais inespecíficas e cultura negativa. Presença de traços de Mycobacterium sp no escarro motivou o início de terapia para tuberculose, não havendo melhora clínica. Após 20 dias, lesões cutâneas ulceradas surgiram nas faces extensoras de MIIs e região nasal, além de artrite de punho E e 30 quirodáctilo D. Exames: biópsia cutânea - Sporothrix schenckii sp; US punho E- tenossinovite infecciosa; RM mão- lesões líticas e osteomielite. Diagnóstico final - Esporotricose Disseminada facilitada pelo uso do biológico. Suspenso anti-TNF e iníciada anfotericina B lipossomal 5 mg/kg/dia com melhora clinica significativa. Após 10 dias a anfotericina B foi substituida por itraconazol 400mg/d VO, a ser mantido por 12 meses. Será trocado o biológico para um de outra classe.

Discussão

A esporotricose é doença granulomatosa causada por fungos do complexo Sporothrix, cujo habitat é o solo, plantas e vegetação em decomposição. Espinhos de rosas, fezes, mordidas ou arranhões de animais infectados (gatos) são fontes de infecção após inoculação em área cutâneo-mucosa pré lesionada. A clínica é variável com envolvimento cutâneo localizado (predominante), cutâneo difuso, ou disseminado (extracutânea). Por vezes pode ser unifocal com envolvimento do SNC, olho, articulação ou pulmão. As formas graves são favorecidas pelo uso de antI-TNF ou pela virulência do fungo. A cultura para fungos do complexo Sporothrix é o exame diagnóstico padrão ouro. A resposta ao antifúngico é efetiva sendo a reintrodução do biológico individualizada.

Comentários finais

Este é um caso de paciente com DC imunossuprimido que desenvolve esporotricose disseminada - pulmonar, cutânea e osteoarticular. Seus sintomas iniciais são inespecíficos e insidiosos, confundíveis com doenças mais prevalentes, como tuberculose ou histoplasmose. A ausência de diagnóstico e terapêutica precoces aumenta a morbidade da infecção. Portanto, a Esporotricose deve constar como hipótese diagnóstica de febre de origem obscura, alterações pulmonares, cutâneas ou articulares em pacientes com DII em uso de anti-TNF em área endêmica fúngica.

Palavras-Chave

Esporotricose, Doença de Crohn, imunossupressão, anti-TNF

Área

Gastroenterologia - Intestino

Autores

MARCIA BEIRAL HAMMERLE, FLÁVIA LUTZ NEVES, LARISSA FRANCO MOTTA DE SOUZA, CESAR AUGUSTO DA FONSECA LIMA AMORIM, CAROLINA PASSOS TELLES TAVEIRA MARTINS, MÁRCIO DE CARVALHO COSTA, CYRLA ZALTMAN