XX Semana Brasileira do Aparelho Digestivo

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

SIMULAÇÃO DE DOENÇA DE CROHN EM PACIENTE DIAGNOSTICADO COM DOENÇA CELÍACA

Apresentação do Caso

Paciente CSGM, 26 anos, portadora de Doença Celíaca e em dieta sem glúten desde outubro de 2020, refere episódio de evacuação sanguinolenta nos dias 15 e 16/02/2021 e quadro de distensão abdominal no mês de agosto do referido ano. Realizou endoscopia e colonoscopia, sem anormalidades de acordo com paciente. Histórico familiar: irmã - Síndrome de Budd-Chiari e Doença de Crohn (DC). Em exames laboratoriais iniciais, realizados em agosto de 2020, foram dosados LDL 256, TGO 60, TGP 66. Realizou novos exames em setembro de 2020, encontrando PT 705K, TGO 73, TGP 73, Anti-Músculo 1/40 e em outubro, com resultado de Calprotectina 2195. À Endoscopia Digestiva Alta (EDA), observou-se distensão e espessamento parietal de alças intestinais do intestino delgado, bem como padrão serrilhado da porção descendente do duodeno e pangastrite enantematosa leve com urease negativo. Colonoscopia sem anormalidades. Em fevereiro de 2021, exames laboratoriais indicaram TGO, 35; TGP, 25; GGT, 30; TG, 274; Vitamina D, 15,4; Ferritina, 8,0; Anti-endomísio, 1:80; Anti-transglutamitase, 128 e anti-gliadina, 107. Em EDA realizada em fevereiro de 2021, persistência de pangastrite enantematosa leve e padrão serrilhado de porção descendente do duodeno. Paciente encaminhado a fazer uso de predinisona 5mg, Noripurum EV, dieta sem glúten e pesquisa de Helicobacter pilory

Discussão

A DC é comumente diagnosticada entre a 3ª e 4ª décadas de vida, o paciente apresentado possuía 26 anos. Um dos fatores de risco para o desenvolvimento de DC é a questão genética. Familiares de primeiro grau de pacientes com a doença, especialmente irmãos, apresentam risco 14 a 15 vezes maior do que a população em geral de manifestação da doença. O paciente referido possui histórico familiar – irmã com Doença de Crohn. O sintoma mais frequente entre pacientes com DC é a diarreia e dor abdominal em cólica que o doente em questão relatava desde a apresentação. A marca histológica da DC são áreas de inflamação intestinal focal, quase sempre revelando um infiltrado inflamatório crônico, como apresentado pelo paciente

Comentários finais

Paciente diagnosticada com Doença Celíaca simulando quadro de Doença de Crohn com acometimento de delgado. A endoscopia e análise histológica dos segmentos afetados realizadas pelo paciente foram confirmatórios no diagnóstico da doença, suspeitada pela observação clínica. Foram visualizadas várias erosões na segunda porção do duodenal e acentuado enantema intercalado com mucosa íntegra, característico do quadro da DC.

Palavras-Chave

Doença celíaca; Doença de Crohn; Gastroenterologia

Área

Gastroenterologia - Intestino

Autores

Matheus da Silveira Maia MAIA, Solange Lima Gomes GOMES, João Paulo Mota Lima LIMA, Adriano de Oliveira Vieira VIEIRA, Thiago Henrique de Aguiar Sousa SOUSA