XX Semana Brasileira do Aparelho Digestivo

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Perfil da População com Achado Endoscópico Sugestivo de Neoplasia Colorretal na Rede Pública de Salvador, Bahia

Introdução

O câncer colorretal (CCR) é uma doença comum, sendo no Brasil, o segundo mais incidente entre homens e mulheres e o terceiro em mortalidade. Apesar da gravidade da doença e crescente incidência, esta forma de câncer pode ser prevenida ou ter sua morbimortalidade bastante diminuída quando detectada precocemente. Para que isso ocorra, o rastreamento com colonoscopia é a principal estratégia, devendo se iniciar em diferentes idades de acordo com o risco do paciente. Em oposição ao rastreio, aplicado em pacientes assintomáticos, a presença de sinais ou sintomas frequentemente indica doença avançada localmente ou à distância, cenário ainda muito encontrado apesar da gradual popularização dos serviços de endoscopia digestiva.

Objetivo

Caracterizar a população com achado endoscópico sugestivo de câncer colorretal, submetida a exame de colonoscopia em hospital público terciário em Salvador-Ba.

Método

Estudo observacional de corte transversal, com análise retrospectiva de dados. Foram incluídos indivíduos submetidos à colonoscopia e com achados sugestivos de neoplasia, no período entre junho de 2017 e novembro de 2020.

Resultados

Foram realizados 4153 colonoscopias no período e 3093 foram elegíveis para o estudo. Destas, 207 (5,3%) revelaram achados compatíveis com neoplasia colorretal, maioria de mulheres (52,2%) e com média de idade de 61 anos (23-86). Conforme a faixa etária, observou-se achados compatíveis com CCR em 1,5% em pacientes dentre 18-29 anos, 30-39 anos (5,3%), 40-44 anos (4,4%), 45-49 anos (6,3%), 50-59 anos (23,8%), 60-69 (35%), 70-79 anos (18,5%) e 80-90 anos (5,3%). As indicações que levaram a estes exames foram diversas e as principais foram sangramento digestivo (39,6%), rastreio de câncer colorretal (11,4%), dor abdominal (10,4%) e anemia (8,9%).

Conclusão

Lesões com características claras de câncer colorretal foram identificadas especialmente na população acima de 50 anos, porém 17,5% das lesões ocorreram em pacientes abaixo dessa faixa. Por não ser um número desprezível, neste e em outros estudos, a idade para início do rastreamento dessa neoplasia vem sendo intensamente debatida. Estudos como este podem ajudar a definir novas diretrizes com objetivo de detectar a maioria das lesões em fases precoces

Palavras-Chave

câncer colorretal; colonoscopia

Área

Gastroenterologia - Intestino

Autores

Raquel de Mello Paranaguá, Nathalia Araújo, Adriana Ribas Andrade, Marcos Clarencio Batista Silva, Lourianne Nascimento Cavalcante